As implicações dos Ambientes Educativos Inovadores para as práticas dos professores

  • Marisa Correia Escola Superior de Educação/Instituto Politécnico de Santarém
  • Bento Cavadas

Resumen

Este trabalho apresenta um estudo acerca das perspetivas dos professores que frequentaram a unidade curricular “Ambientes Educativos Inovadores” (AEI) de um mestrado académico, sobre as características, vantagens e constrangimentos para as suas práticas associados a esses ambientes. O estudo é qualitativo, quanto ao modo de abordagem, e exploratório, quanto ao objetivo geral. O procedimento técnico usado foi um estudo de caso com sete professores. A recolha de dados foi realizada através das reflexões elaboradas pelos professores no final da unidade curricular e de uma entrevista de grupo focado semiestruturada, aplicada a quatro participantes. Os dados foram processados através de uma análise de conteúdo. Quanto às características dos AEI, os professores globalmente revelaram uma apropriação dos sete princípios de aprendizagem elencados pela OCDE (2017), embora de forma desigual. Relativamente às vantagens associadas à utilização dos AEI, foram referidas a colaboração entre professores e entre alunos, a mudança no papel do professor e do aluno, a motivação e a autonomia dos alunos. No que diz respeito aos constrangimentos, os docentes indicaram o trabalho de preparação das atividades, a colaboração com outros colegas, a gestão da sala de aula, a resistência à mudança, a construção de recursos educativos e o cumprimento do programa.

Publicado
2019-09-17
##submission.howToCite##
CORREIA, Marisa; CAVADAS, Bento. As implicações dos Ambientes Educativos Inovadores para as práticas dos professores. Revista de Investigación Educativa Universitaria, [S.l.], v. 2, n. 3, p. 143-159, sep. 2019. ISSN 2659-3130. Disponible en: <http://revistas.educacioneditora.net/index.php/RIEU/article/view/252>. Fecha de acceso: 18 ago. 2022